Como Montar um Restaurante (8 Passos para quem está Começando)

Compartilhe via:

Já sonhou em montar um restaurante, mas não sabe por onde começar? Abrir e gerenciar um negócio pode ser uma tarefa assustadora, no mais com um menu impecável, decoração agradável, marketing e plano de gerenciamento, você pode transformar esse sonho em realidade. Nosso guia com oito dicas preciosas tem como principal objetivo fornece ideias e recursos para ajudá-lo a superar todos os desafios comuns no cotidiano de um empreendedor do ramo alimentício.

Contabilidade para Restaurante

1. Crie seu menu

Em primeiro lugar, planeje bem seu menu! Ele é a parte mais importante do seu conceito de restaurante. Será o cardápio responsável em determinar os equipamento que serão utilizados nessa empreitada, selecionará seu público alvo, funcionários, dentre outros outros aspectos da gestão. Criando o meno é possível mapear pontos de suma importância para o seu planejamento como:

  • O público alvo que deseja servir
  • Capacidade de cozinheiros e outros funcionários
  • Capacidade e disposição do equipamento
  • Disponibilidade de ingredientes de cardápio
  • Estratégia de preços

2. Escolha um tema para seu restaurante

Após ter planejado o meno será necessário então escolher um tema agradável para o ambiente onde os clientes serão servidos. Imagine um tipo de espaço onde você teria vontade de ficar por até horas saboreando um prato em boa companhia. Pense na paleta de cores que será utilizada em todo imóvel dentro e fora, logo marca e outras insígnias de marketing.

Use iluminação, cores e mobiliá para definir o visual do o seu restaurante. Para uma experiência de jantar íntima, use cores escuras para tornar um espaço mais pequeno e escolha assentos confortáveis ​​para ser mais convidativo. Caso deseja criar uma atmosfera de comidas rápidas use cores em negrito, luzes brilhantes e assentos rígidos para garantir que os clientes se movam após 20 minutos.

Para fixar sua marca na memória dos clientes  é essencial criar um logotipo animado que tenha a ver com seu produto. Isso servirá como emblema e aparecerá em sua cobertura de menu, marketing e material de imprensa, decoração de interior e exterior, entre outros itens.

3. Selecione Equipamentos Práticos

Como Montar um Restaurante, Contabilidade para RestaurantesUm dos pontos operacionais mais importantes e que nem sempre são planejados de maneira correta é a escolha dos equipamentos utilizados no restaurante. Opte por louças que sejam funcionais, mas também fáceis de lavar, pois isso demanda muito tempo e faz toda diferença em uma cozinha profissional.  Seu objetivo deve ser criar um fluxo sistemático tornando todas as tarefas o mais simplificada possível. Dê sempre prioridade aos seguintes itens:

4. Obter um empréstimo e adquirir capital

O planejamento financeiro é um dos aspectos mais desafiadores do gerenciamento de restaurantes. Antes de procurar um empréstimo ou outros meios de obtenção de capital, pergunte-se: quanto dinheiro eu tenho? Quanto dinheiro é necessário para colocar o restaurante em funcionamento? Quanto dinheiro vai demorar para ficar no negócio? Planeje ter pelo menos 6 a 12 meses de capital para a  folha de pagamento disponível antes da abertura do seu negócio. É aí que muitos restaurantes falham.

Decida se você vai comprar, construir ou alugar espaço e conhecer os prós e os contras. Tenha em mente que o edifício é o mais demorado, pois você deve providenciar financiamento, empregar um arquiteto, comprar terreno e obter aprovações

5. Encontre fornecedores confiáveis

Você imaginou o layout do seu restaurante – agora é hora de comprar os suprimentos. Uma fonte de fornecimento constante e confiável a um preço razoável deve ser estabelecida e mantida para garantir o sucesso do restaurante. Os fornecedores de atacado como nós oferecem equipamentos de alta qualidade, envio no próximo dia e atendimento ao cliente confiável para suas necessidades de abastecimento de produtos e material. Existem dois elementos de fornecimento que você deseja pensar: Ingredientes e Equipamentos.

Ingredientes:

Avalie seus ingredientes e suas utilidades – você está comprando produtos que só podem ser usados ​​para um prato especifico? Considere a escolha de ingredientes multifacetados e a compra a granel a preços de atacado para economizar dinheiro. Considere um menu sazonal, ou mesmo diário, para evitar aumentos de preços drásticos para os itens fora da temporada.

Equipamento:

Sugerimos escolher um fornecedor através de indicações de profissionais já consolidados na área ou através de muita pesquisa de mercado. Embora seja tentador comprar equipamentos usados ​​para economizar dinheiro, as novas máquinas que vêm com uma garantia maior será a sua aposta mais segura em caso de avarias do equipamento. Caso te ha necessidade em substituir ou reabastecer rapidamente um item, esteja ciente dos termos da indústria e das políticas de remessa. Por fim, escolha um fornecedor com serviço de atendimento confiável que alinhe com seu fuso horário.

6. Contrate a equipe certa

Considere todos os quesitos que precisam ser estar alinhados em seu restaurante antes de contratar os funcionários. Isso inclui gerenciamento de recursos humanos e supervisores; compra de alimentos e bebidas; recebendo e armazenando produtos; preparo da comida; serviço de alimentação; limpeza de alimentos e lavagem de louça; marketing e vendas; relações públicas; contabilidade e auditoria; e serviços de bar.

Não tenha medo nem receio de investir em treinamento na equipe, pois isso irpa lhe poupar muita dor de cabeça cabeça por rotatividade alta, que é o que acontece quando os funcionários não estão de acordo com o conceito do restaurante.

7. Não esqueça a sua concorrência

Leve em consideração até mesmo aquele pequeno estabelecimento que cobra mais barato com localização desfavorável ou até e mesmo o novo food truck estacionado a algumas quadras do seu imóvel. A concorrência é responsável em chamar a atenção do empresário para ser mais criativo.  Se você não pode competir com os preços baixos de um restaurante vizinho, use um método diferente como: Ambiente familiar, ingredientes especiais, pratos exclusivos ou até mesmo música ao vivo.

Olhe para os restaurantes de franquia para ver como eles passaram pela depressão econômica até  estabelecer um modelo comercial exclusivo e aceito no mercado. O Applebee’s, por exemplo, oferece um menu de jantar a 2 por preços populares e bebidas pela metade do preço, sem perder a qualidade nos serviços prestados e produtos utilizados.  Seja criativo sempre.

8. Inaugure aos Poucos

Você ouviu o velho ditado “A persistência é o que leva a perfeição”. O mesmo vale para você na hora de montar um restaurante do zero!  aberturas de restaurantes! Considere uma pré inauguração com um número limitado de pessoas antes de abrir as portas do seu restaurante para o público oficialmente. Esta estratégia de “teste” permite que aprimorar o tempo de cada cliente até receber sua refeição e tornar sua equipe mais eficiente. Faça algumas festas privadas para amigos e familiares como:

  • Ofereça um menu “beta” onde irá compor apenas a metade do que está em seu menu oficial. Isso reduzirá o estresse enquanto estiver treinando seus funcionários e encoraja os clientes a voltarem para conhecer o menu completo.
  • Não opere o dia todo. Considere apenas café da manhã e almoço pelo menos na primeira semana. Após isso abrir experimentalmente para o jantar.
  • Organize um happy hour com itens de menu selecionados e bebidas de exclusivas do seu bar.
  • Mantenha uma abertura suave para casas e empresas vizinhas. Isso irá ajudá-lo a ganhar fãs locais, com a esperança de que eles retornem e sugerem seu restaurante para visitar amigos e colegas.
Compartilhe via:


Deixe uma resposta